OBJETIVOS DE

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

17ODS-04-a.gif

Objetivos Sustentáveis e Relação com a Rising Child

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definem as prioridades e aspirações globais para 2030 e requerem uma ação à escala mundial de governos, empresas, organizações e sociedade civil, criando uma vida digna e com igualdade de oportunidades para todos, e dentro dos limites do planeta.

É este o compromisso da Rising Child para com as crianças com deficiência, as suas famílias e a comunidade onde atuamos.

O mundo é um local de extrema desigualdade. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial que o mundo, tem vindo a unir esforços para erradicar/minimizar o impacto devastador que os conflitos, e tudo o que lhes está associado, causam na vida diária e no futuro de quem se vê envolvido.

Desde a criação dos Princípios da Declaração de Estocolmo sobre o Ambiente Humano em 1972, passando pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) 2000/2015, até aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2015/2030, que temas como a erradicação da pobreza, o acesso à saúde para todos, o acesso ao saneamento básico, à água potável, a uma educação acessível e de qualidade para todos, assim como o respeito por cada ser humano, tiveram desenvolvimentos positivos e que nos enchem de esperança. Mas será suficiente?

 

O mundo continua a ser um local de extrema desigualdade. As agendas criaram um compromisso entre estados, entidades públicas, entidades privadas, etc., e colocaram em cima da mesa o debate sobre assuntos sensíveis, levando as questões do desenvolvimento para as agendas mundiais, obrigando à mobilização de todos os envolvidos. Pode-se dizer que a implementação dos ODM vieram criar um mundo mais justo, mais civilizado e mais empático - com muitas falhas e com muitas metas por alcançar, mas abriram o caminho para reestruturar e repensar no que não foi feito, permitindo aos ODS novas abordagens.Tudo isto permitiu que se fizesse um trabalho de fundo melhor produzido, melhor delineado e certamente com melhores resultados.

Um mundo melhor e mais sustentável para todos, parece ser possível através de um diálogo social sério, responsável, de consensos e valores entre todos os atores envolvidos principalmente aqueles para os quais as medidas foram desenhadas e pensadas, pois todos os beneficiários têm que ter um papel ativo em qualquer ação, e a sua voz deve-se fazer ouvir sempre, e não somente através de planos prescritos e adotados.

 

Tanto os ODM como os ODS tiveram a finalidade de tornar o mundo um lugar mais justo, mais solidário e melhor para se viver. Até 2030 e com os ODS na agenda do mundo, pretende-se acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir a prosperidade para todos como parte de um novo desenvolvimento sustentável.

Como é que os ODS podem resolver as questões da desigualdade para os indivíduos portadores de deficiência?

 

As pessoas com deficiência têm, exatamente, os mesmos direitos que as outras. Para além disso, têm o direito a uma vida digna e a oportunidades, bem como o direito de se expressarem e participarem em decisões que lhes digam respeito.

Pegámos em quatro dos ODS que justificam a nossa missão:

17ODS-08-a.gif
17ODS-10-a.gif
17ODS-11-a.gif

A Saúde e o bem-estar são objetivos humanos e universais, considerados vitais a qualquer indivíduo.

São componentes essenciais ao desenvolvimento humano, assim como económico e social - um recurso para o dia-a-dia de cada um.

Estes quatro objetivos são considerados como centrais para a segurança e o desenvolvimento humano.

 

Os indivíduos com deficiência enfrentam, diariamente, barreiras associadas a locais públicos inacessíveis, tais como escolas, escritórios, hospitais, bem como transportes públicos, serviços de saúde e sociais inadequados.

Devido à existência destas barreiras e de outras ligadas ao comportamento da sociedade as pessoas com deficiência têm graves problemas no acesso ao emprego e a uma vida igual a qualquer outra pessoa.

 

A sociedade causa exclusão e, se queremos que estas sejam mais inclusivas, humanas e adaptadas, temos que quebrar um ciclo associado à deficiência, um grave problema que os indivíduos vivem diariamente como desemprego, pobreza, dependência económica, preconceitos e discriminação, levando ao isolamento e à segregação.

De que forma a Rising Child pode contribuir para alcançar os ODS?

  • Trabalho inicial sério e individual com as famílias, pois em muitos casos o preconceito e a segregação começa no seio da família;

  • Este trabalho tem que se estender às comunidades e à sociedade em geral, num trabalho conjunto de consciencialização, de sensibilização e de mobilização para os problemas do indivíduo portador de deficiência;

  •  Criação de oportunidades de trabalho adaptadas e pensadas para cada situação, um trabalho sério e de compromisso de todos os envolvidos;

  • Espaços adaptados, inclusivos e acessíveis promovendo as oportunidades de trabalho para todos os indivíduos com deficiência;

  • Sociedades resilientes e mais humanas, conscientes de que precisamos de todos e que, só com um trabalho sério de inclusão podemos viver de uma forma mais feliz;

  •  Trabalho sério com comunidades, autarquias, e países na mudança de paradigmas sociais promovendo a igualdade de oportunidades para todos.